Seletor de Idioma

Configurações do site

Relatório de Sustentabilidade
PT
EN
Aa
Altere o tamanho da fonte
Lista de capítulos

Estratégia

4 minutos de leitura
Gerenciamento de Riscos e Governança de Sustentabilidade

Governança de sustentabilidade

Nossa estrutura de governança é composta por: Assembleia Geral de Acionistas, Conselho Fiscal (CF), Conselho de Administração (CA) e seus comitês (Comitês do CA), Auditorias, Ouvidoria-Geral, Diretoria Executiva (DE) e seus comitês (Comitês Técnicos Estatutários e Comitês Executivos Consultivos ou Deliberativos).

 

O CA conta com seis Comitês Estatutários de assessoramento, com atribuições específicas de análise e recomendação sobre determinadas matérias, vinculados diretamente ao CA, sendo que o Comitê de Segurança, Meio Ambiente e Saúde (CSMS) assessora no estabelecimento de políticas e diretrizes relacionadas à gestão estratégica de SMS, mudanças climáticas, transição para uma economia de baixo carbono, responsabilidade social, entre outros assuntos. A composição e as regras de funcionamento dos comitês são disciplinadas em regimentos aprovados pelo CA.

 

Dispomos de uma Diretoria de Relacionamento Institucional e Sustentabilidade, responsável por impulsionar nossa trajetória em direção a importantes objetivos: produzir energia acessível e de baixa emissão de carbono e fortalecer a nossa confiança e a nossa reputação junto aos nossos públicos de interesse.

 

Além dos comitês estatutários de assessoramento do Conselho de Administração e da Diretoria de Relacionamento Institucional e Sustentabilidade, contamos com fóruns operacionais, táticos e estratégicos que compõem a nossa Governança de SMS, Mudança Climática e Responsabilidade Social, de forma que os assuntos sejam tratados e desdobrados em todos os níveis da companhia.

Remuneração associada aos objetivos de sustentabilidade

No Plano Estratégico 2022-2026 (PE 2022-26), apresentamos três métricas de topo que são utilizadas para remuneração variável de todos os nossos empregados (IAGEE, VAZO e Delta EVA®). Essas métricas são elementos que traduzem e quantificam os atributos da nossa visão e orientam de forma mais explícita os principais objetivos da empresa, de forma a garantir que as atividades estejam alinhadas com os principais compromissos estabelecidos no plano. Dessas três métricas, duas são correlacionadas à temática ASG, o indicador de atendimento às metas de gases de efeito estufa (IAGEE) e de vazamento de óleo e derivados (VAZO), comprometendo toda a companhia com esses objetivos.

 

A análise de desempenho ocorre por meio do processo de Gestão de Desempenho (GD), que avalia competências e metas. No GD, as metas são baseadas em métricas objetivas, desdobradas dos scorecards da alta administração em scorecards das unidades, buscando assegurar que as metas individuais e as compartilhadas sejam desdobradas dos titulares para as equipes e empregados, contribuindo para o alcance de nossas principais métricas.

Gestão de riscos

Nosso processo de gestão de riscos é coordenado por uma área corporativa, permitindo a padronização e a uniformização de nossas análises de risco e o gerenciamento das responsabilidades dos riscos.

 

Identificação, avaliação e tratamento dos riscos

A elaboração da nossa Matriz de Riscos Empresariais é coordenada pela área corporativa de gestão de riscos e envolve todas as áreas de nossa estrutura de forma a identificar e relatar os riscos potenciais de qualquer natureza, incluindo social, ambiental e econômica. Esse processo fornece a identificação, a probabilidade de ocorrência e a avaliação de impacto de riscos, além de proposições de tratamento. A avaliação de impactos considera quatro dimensões: Financeira, Imagem/Reputação, Legal/Conformidade e Ambiental/Vida.

 

A partir da matriz de riscos, identificamos os principais eventos e fatores de risco de sustentabilidade que podem afetar o nosso desempenho de longo prazo.

 

Leia o capítulo na íntegra
Neste capítulo